5 de abr de 2011

Tirolesa para Resgate

   A montagem e operação de uma tirolesa são sem dúvida um dos maiores desafios para uma equipe de resgate, pois durante sua utilização, são geradas cargas elevadíssimas nos pontos de ancoragens e nos equipamentos, exigindo um profundo conhecimento, por parte dos socorristas, das características e limitações dos equipamentos a serem empregados.
            A utilização de uma tirolesa em muitos casos será a única opção para uma operação de resgate, seja ele em ambiente urbano ou de montanha.
Situações típicas para sua utilização, são, por exemplo:
            Evacuação de vítimas do alto de uma torre, caixa d'água ou qualquer tipo de edificação, onde a área imediatamente abaixo está obstruída, impedindo uma evacuação na vertical, neste caso monta-se uma tirolesa inclinada até o chão ou na horizontal, ate uma edificação adjacente.
            Certos cuidados para a montagem de uma tirolesa, são fundamentais, como o correto dimensionamento dos equipamentos e pontos de ancoragem, o adequado tensionamento das cordas, o emprego de corda dupla, (de trabalho e de emergência), e a utilização de cordas de tração e liberação da vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário