23 de fev de 2015

Construção de Tirolesa - Guia Vertical

Formada por excelentes profissionais trabalhamos com uma equipe competente para fazer cumprir as expectativas dos nossos clientes, apresentando projetos com viabilidade e diferenciais que sua empresa necessita.

O Guia Vertical busca atender empresas e profissionais do ramo de turismo de aventura. Oferecendo orientação e acompanhamento profissional para toda e qualquer atividade em ambiente natural. Com foco nas mais avançadas normas de gestão de segurança existentes 

Com mais de 10 anos no mercado e com vários projetos implantados por todo Brasil e na Europa temos o orgulho de ser uma empresa 100% brasileira.

As atividades implantadas pelo Guia Vertical tem como considerações: o público a ser atendido, a rentabilidade, o equilíbrio entre as áreas comerciais e ambientais e os dispositivos construtivos e normativos, aproveitando espaços ociosos adaptando harmonicamente à arquitetura local, transformando os recursos naturais em uma forma sustentável de renda, ecologicamente e socialmente corretos.


Projetos e Construção de Circuitos de Aventuras:
Arvorismo, Tirolesa, Muro de Escalada, Pêndulo, Rapel Treinamentos Empresariais e Motivacionais;
Consultoria e Viabilidade de Projetos;
Cursos e Treinamentos Verticais;
Atividades de Ecoturismo;
Esporte de Aventura;
Trabalhos Verticais;
Eventos;
Maiores informações:
Atendemos em qualquer Região do Brasil, entre em contato e veja o que nossa equipe pode fazer por você.








Para saber mais sobre construção de Tirolesa Acesse:



http://www.guiavertical.com.br/noticias/15/construcao-de-tirolesa--guia-vertical.html/

19 de nov de 2013

Montagem e Construção de Tirolesa


Montagem e Construção de Tirolesa
O Guia Vertical busca atender empresas e profissionais do ramo de turismo de aventura. Oferecendo orientação e acompanhamento profissional para toda e qualquer atividade em ambiente natural. Com foco nas mais avançadas normas de gestão de segurança existentes. Com mais de 10 anos de experiência na pratica e implantação de projetos, na área de esporte de aventuras, com resultados positivos em todas atividades promovidas, sempre viabilizando o melhor projeto para suas necessidades.

Projetos e Construção de Circuitos de Aventuras:
-Arvorismo, Tirolesa, Muro de Escalada, Pêndulo, Rapel
Treinamentos Empresariais e Motivacionais;
Consultoria e Viabilidade de Projetos;
Cursos e Treinamentos Verticais;
Atividades de Ecoturismo;
Esporte de Aventura;
Trabalhos Verticais;
Eventos;

Maiores informações:
(44) 9835-6883 - (44) 8402-2573
www.guiavertical.com


Atendemos em qualquer Região do Brasil










Viva essa aventura...

7 de out de 2013

Corte a corda com uma faca

O que é Intervenção direta?

Intervenção direta, é quando necessitamos remover uma vitima com o método de cortar a corda, quando usando uma faca apresenta seus riscos. Na verdade, a lâmina pode ferir ou cortar a segunda corda.

Como você deve cortar a corda de segurança com uma faca?







Simplesmente você pode usar o canivete semi aberto. Uma vez que o corte da corda esta definido, o dispositivo de corte é fechado e, portanto, seguro. Simples e eficaz! Note-se que a corda é cortada muito facilmente de uma maneira segura.


Petzl Spatha faca, que pode ser facilmente aberta com uma mão com luvas ou um simples canivete suíço adequado.

29 de set de 2013

Construção e Projetos de Tirolesa


O Guia Vertical busca atender empresas e profissionais do ramo de turismo de aventura. Oferecendo orientação e acompanhamento profissional para toda e qualquer atividade em ambiente natural. Com foco nas mais avançadas normas de gestão de segurança existentes. Com mais de 10 anos de experiência na pratica e implantação de projetos, na área de esporte de aventuras, com resultados positivos em todas atividades promovidas, sempre viabilizando o melhor projeto para suas necessidades.


Projetos e Construção de Circuitos de Aventuras:
Arvorismo, Tirolesa, Muro de Escalada, Pêndulo, Rapel Treinamentos Empresariais e Motivacionais;
consultoria e Viabilidade de Projetos;

-Cursos e Treinamentos Verticais;

-Atividades de Ecoturismo;

-Esporte de Aventura;

-Trabalhos Verticais;

-Eventos;

Maiores informações:
(44) 9835-6883 - (44) 8402-2573
www.guiavertical.com

Atendemos em qualquer Região do Brasil.

Alguns projeto realizados pelo Guia Vertical:


Viva essa aventura...











28 de ago de 2013

Tirolesa Coqueiral Aventura - Coqueiral Park - Olinda PE



Essa semana estivemos fazendo a manutenção da tirolesa Coqueiral Park, Olinda PE, tirolesa de 250 mtrs, prepara e revisada para o começo do verão e temporada.

Agradeço toda equipe, pelo trabalho realizado, em especial nossos parceiros da empresa Tribo da Trilha, que estão responsável pela operação e segurança da atividade.

Boa diversão a todos....

Maycon André Grilo
Coordenador de Projetos do Guia Vertical.
www.guiavertical.com

8 de jul de 2013

Polia para Tirolesa - SpeedLine

Polia para Tirolesa SpeedLine.

Polia para tirolesa e cabos de AçoIndicações:
Cordas ou cabos de Aço até 13mm.


Tirolesas de alta performance.

Descrição:
1 - Polia SpeedLine placas em Aço Inox
2 - Resistência de de 30 KN de tração. (testes independentes)
3- Roldanas internas especialmente temperadas em Carbono, (Maior resistência e durabilidade)
4- Roldamentos selados de alta resistência.
5- Placas de Aço Inox dobradas mecanicamente, sistema de Dobra CNC.
6- Cortes realizados a Laser.
7- Parafusos de fixação em Aço Inox.
8- Com o diferencial de ser a unica atualmente no mercado totalmente desmontável, possibilitando a manutenção ou troca de rolamentos.
9- Para Cabos de Aço ou cordas de até 13 mm.
10 - Acabamento, Jateado com granalha, para dar um excelente acabamento.




Aceitamos pedidos, e enviamos para todo Brasil, contatos através do site: www.guiavertical.com

17 de jun de 2013

29 de abr de 2013

Recall Zig Zag da Petzl

A petzl em seu site, esta convocando todos que adquiram o equipamento ZIG ZAG, a parar de usar esse equipamento até que o problema seja resolvido, o comunicado fixa um alerta de possível acidente causado por uma falha no equipamento.

Para intender melhor segue algumas fotos do que ocorreu com o ZIG ZAG e que levou e a Petzl lançasse esse comunicado.






















Fotos: http://treetools.co.nz/ traduzido por Guia Vertical

13 de abr de 2013

Declaração Petzl para um recurso especial do Shunt Petzl


Contexto:

Desde 1999 Petzl forneceu informações específicas sobre o uso especial do SHUNT Petzl como um dispositivo de back-up para acesso por corda industrial. Petzl requerido que os usuários devem ter recebido e masterizado IRATA (Industrial Rope Access Trade Association) treinamento ou semelhante e também deve usar o SHUNT Petzl dentro da atual "método IRATA".

Extrato de junho de 2009, declaração:
"agentes profissionais que optarem por usar o Shunt Petzl como uma corda de acesso e trabalho de posicionamento de back-up dispositivo deve ter recebido e masterizado IRATA treinamento ou similar, e deve usar o Shunt Petzl com método IRATA. A responsabilidade por esta permanece com o empregador e o usuário. "


Análise:

À luz de incidentes e acidentes, os testes indicativos foram conduzidos, incluindo - mas não limitado a - um workshop em março de 2011 com corda de acesso peritos presentes. Os resultados destes testes indicativos demonstram que lançar um cabo de reboque, enquanto rebocando um Shunt Petzl como um dispositivo de back-up não é consistentemente eficaz:
- Em uma situação de emergência, o reflexo natural do ser humano é aumentar o controle sobre o cabo, reduzindo assim o probabilidade de que o cabo possa ser retirado da mão.
- Além disso, este reflexo natural pode substituir qualquer ação consciente para abrir a mão e soltar o cabo.
- Consequentemente, qualquer um destes riscos pode resultar em substituir a função de frenagem do Shunt Petzl.
Depois destes ensaios, sessões de trabalho com IRATA Petzl alertado para o facto de que não houve formação especial suficiente para minimizar este risco potencial. Testes e experiência demonstra que a resposta humana a situações de emergência, mesmo entre usuários experientes e profissionais altamente treinados, não são completamente previsíveis.


"Observe a mão esquerda, o sistema que esta se referindo"

"Nesse ponte é colocado o cordelete"



Conclusões:

Anteriores declarações Petzl exigido treinamento especial para este uso específico do Shunt Petzl. A falta de quaisquer métodos descritos ou treinamento especial, portanto, faz com que essas declarações anteriores Petzl obsoleto.
Como medida de precaução, Petzl recomenda para não usar o Shunt Petzl, enquanto rebocado por um cordão, como um dispositivo de back-up em acesso por corda.
Esta declaração substitui todas as declarações anteriores e comunicações relativas a este uso particular do Shunt Petzl.



31 de mar de 2013

Construção e Projetos de Tirolesa


O Guia Vertical busca atender empresas e profissionais do ramo de turismo de aventura. Oferecendo orientação e acompanhamento profissional para toda e qualquer atividade em ambiente natural. Com foco nas mais avançadas normas de gestão de segurança existentes. Com mais de 10 anos de experiência na pratica e implantação de projetos, na área de esporte de aventuras, com resultados positivos em todas atividades promovidas, sempre viabilizando o melhor projeto para suas necessidades.

Projetos e Construção de Circuitos de Aventuras:
Arvorismo, Tirolesa, Muro de Escalada, Pêndulo, Rapel Treinamentos Empresariais e Motivacionais;
consultoria e Viabilidade de Projetos;

-Cursos e Treinamentos Verticais;

-Atividades de Ecoturismo;

-Esporte de Aventura;

-Trabalhos Verticais;

-Eventos;

Maiores informações:
(44) 9835-6883 - (44) 8402-2573
www.guiavertical.com

Atendemos em qualquer Região do Brasil












www.guiavertical.com

29 de jun de 2012

Pinzer - Ancoragem temporária de cordas fixas em portas.



Descritivo Técnico



Dispositivo temporário para ancoragens de emergência em portas fabricado em aço. Pode ser conectado em portas de até 45 mm de espessura. Apresenta orifícios em sua empunhadura para conexão com um mosquetão para pendurá-lo durante o transporte. Apresenta canaleta para inserção de cordas de 9 a 13 mm de espessura com molas laterais que impedem a saída da corda. 


   




Resistência estática: 12 kN. 
Dimensões: 156 mm de comprimento, 78 mm de largura e 43 mm altura. 
Peso: 150 gramas. 













Para saber mais acesse: www.guiavertical.com

11 de mai de 2012

Nó é culpado pela morte de Alpinista


Um juiz britânico decidiu que o nó bolina ou o conhecido lais de guia, é a culpa pela morte de David Rothman, de Bredon, Inglaterra. Em 7 de novembro, Rothman, um alpinista de cerca de 50 anos, separado da sua corda e caiu de 30 pés no chão, no ginásio do Armazém escalada em Gloucester. De acordo com Rothman, Tony Raphael, Rothman desprendeu da corda antes de cair no chão do ginásio. Outro parceiro de escalada, Olga Greenslade, afirmou que Rothman não estava mais amarrada a corda quando ele caiu. A investigação de acidentes se concentrou em como Rothman poderia ter vindo desprender da corda. Concluiu que, porque não havia bight deixado na corda, como não teria sido teve Rothman ligada a um nó oito, foi amarrado com um nó lais de guia, e amarrou-o incorretamente, ou apenas parcialmente, e negligenciado o back-up do nó. A investigação também observou que havia Rothman feito um backup do nó, ele provavelmente não teria caído. No entanto, o relatório final incorretamente afirmou que um nó lais de guia devidamente amarrado pode escorregar e se solta.



Muitos alpinistas utiliza o nó lais de guia ou bolina como é conhecido na europa, eles ultilizam de forma mais correta, um nó com duas voltas ou duplo, devido à sua facilidade de desvinculação após ter sido esticado em uma queda. No entanto, o nó se torna mais complexo é fácil de amarrar incorretamente e mais difícil de verificar visualmente do que o outro nó comum, o nó e se for deixado solto e não feito o backup, pode desatar-se. O acidente de Rothman não foi o primeiro atribuído a esse nó. Em 2010, um alpinista morreu em um ginásio em Stockport, na Inglaterra, quando seu nó também soltou. Em junho de 2009 um alpinista em Coby Cooper, Texas, caiu quando o nó veio se desfazer. Como resultado das duas mortes no Reino Unido, pelo menos, um ginásio, Boulder em Cardiff, proibiu esse nó apenas permite que o nó oito seja utilizado.


Para saber mais acesse: www.guiavertical.com